WhatsApp Image 2017-03-06 at 10.03.30

Muita gente me pergunta qual a diferença entre treinar para o Ironman e para o Ultraman.

Estou acostumado a fazer ciclos de treinamento menores, com duração de 16 semanas, específicos para o Ironman. Neste momento, treinar para o Ultraman não está sendo muito diferente de todos os ciclos que já fiz. A explicação é simples. Além de não ser eficaz, meu corpo não aguentaria um volume tão grande de treino faltando tanto tempo para a prova (abril de 2018). Então, minha rotina permanece quase a mesma. A diferença é que estou descansando menos após os treinos longos. Em vez de dar uma parada, faço treinos leves.

Isso acontece porque preciso aumentar meu poder de recuperação. Para vocês terem uma ideia, depois de uma maratona, fisiologicamente falando, o corpo precisa de 3 meses para se reestabelecer completamente do desgaste. O ideal seria ficar cerca de 7 dias parado e voltar a treinar bem leve e, depois de 45 dias, com alguma intensidade.

Estou treinando meu corpo para não ter esse descanso e tentar se recuperar o mais rápido possível. O Ultraman consiste em três dias de prova com no mínimo 9 horas de atividade cada dia, enquanto numa maratona estamos falando de 4 a 5 horas. Não haverá tempo para a recuperação. Portanto, meu corpo tem que se acostumar a trabalhar cansado e conseguir fazer força mesmo não estando cem por cento. Esse ano de treinamento irá criar uma base para que eu aguente essa carga.

Somente a partir de janeiro de 2018 o treino será muito diferente. O volume irá aumentar consideravelmente a partir de uma base já adquirida. Até lá o que preciso é consistência.